Conheça os sucos que podem elevar ou diminuir os riscos de diabetes

Diabetes
Fonte: Hospital Sírio-Libanês
Publicado em 28/05/2014

​​Pesquisa recém-publicada pelo "British Medical Journal" mostrou que o consumo diário de um ou mais copos de suco eleva em até 21% o risco de diabetes tipo 2, doença considerada epidemia mundial que afeta 347 milhões de pessoas, segundo OMS (Organização Mundial da Saúde).Liderado por Isao Muraki, de Harvard (EUA), o estudo verificou dados de 187 mil pessoas acompanhadas por 24 anos a fim de avaliar se consumir diferentes frutas influenciaria positiva ou negativamente a doença.

Mais de 12 mil participantes receberam diagnóstico positivo. O diabetes tipo 2, diretamente ligado à obesidade em 90% dos casos, é caracterizado pela produção insuficiente ou pela resistência do corpo à ação da insulina, hormônio que controla os níveis de açúcar no sangue. “Outros trabalhos já tentaram averiguar como frutas poderiam reduzir o risco de diabetes 2, mas não havia sido encontrada ligação forte entre uma coisa e outra”, conta Denise Iezzi, endocrinologista do Centro de Diabetes do HSL.

Agora, as frutas foram analisadas isoladamente e concluíram que mirtilo, uva e maçã, consumidos três vezes por semana, foram as frutas que mais diminuíram o risco de diabetes, em 26%, 12% e 7%, respectivamente. O melão foi a única fruta em que o consumo esteve relacionado ao aumento do diabetes e os que tomavam o suco das frutas tiveram risco de desenvolver a doença. Segundo os cálculos do estudo, trocando os sucos pela fruta inteira, o risco de diabetes cai em média 7%. Dependendo da fruta a queda pode ser alterada.

O que ocorre é que a fruta inteira tem muito mais fibras do que o suco o que reduz a velocidade da absorção do açúcar, evitando os picos que podem ser danosos ao organismo. Além disso o suco oferece quantidade de frutas maior do que a porção da fruta isolada. Perguntada se devemos cortar o suco da dieta, a endocrinologista responde: "Não. É possível incluir fibras no suco e tornar sua digestão mais lenta. E também usar apenas uma fruta na execução”.