Outubro Rosa

Campanha Outubro Rosa

A saúde não pode esperar. Por isso, no mês em que celebramos a luta contra o câncer de mama, o mais prevalente entre as mulheres, chamamos a atenção para os principais cuidados com a saúde feminina por meio de duas ações fundamentais: prevenção e rastreamento!

Ao longo do mês de outubro, promovemos uma série de ações sobre o tema, incluindo a realização de Lives com especialistas do nosso Centro de Oncologia, além da participação especial da equipe multidisciplinar do Hospital e pacientes.

Guia de Saúde da Mulher no Combate ao Câncer

Cartilha da Mulher

Neste material, especialistas dos nossos Centros de Oncologia em São Paulo e Brasília dão dicas rápidas e diretas que poderão ajudar na prevenção de alguns tipos de câncer, bem como a lista dos principais exames de rastreamento para os tumores que mais acometem as mulheres.

Clique aqui e acesse o guia

Se você acessou o conteúdo do Guia e gostou mas prefere a versão de vídeo animado, então clica no link abaixo e veja como esse material ficou ainda mais legal.

Lives com Especialistas

No mês de outubro, realizamos Lives semanais para compartilhar conhecimento e, principalmente, promover a conscientização sobre o câncer de mama. Os encontros aconteceram ao vivo e, neles, especialistas do Sírio-Libanês tiraram dúvidas dos internautas sobre o tema. Destaque para o último encontro da série, que promoveu uma Roda de Conversa com especialistas e pacientes.

Quer saber como foram estes encontros? Acesse o Facebook ou o YouTube do Hospital e confira esses conteúdos na íntegra.

Programação

  • Dia 08/10

    Prevenção:
    rastreamento e mamografia

  • Dia 15/10

    Pós-tratamento:
    paciente em acompanhamento

  • Dia 22/10

    Paciente metastática:
    o que fazer?

  • Dia 29/10

    Roda de conversa:
    como melhorar a autoestima
    e a qualidade de vida.

Fique por dentro de todas as ações realizadas ao longo do mês de Outubro

Ao longo de outubro, também vestimos rosa em nossos hospitais e unidades de atendimento em São Paulo e Brasília! Desde as máscaras de proteção distribuídas em nossas portas de entrada, passando pelas iluminações de fachadas e áreas internas, utilizamos essa cor para sensibilizar nossos pacientes, acompanhantes, médicos e colaboradores sobre os cuidados com a saúde feminina e a importante luta contra o câncer de mama.

  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês
  • Ações Outubro Rosa - Hospital Sírio-Libanês

Vídeos pílula | Mitos e Verdades

Em celebração ao #OutubroRosa, preparamos uma série especial com Mitos e Verdades sobre o câncer de mama.

1. Faço o autoexame apalpando meus seios em busca de caroços. Preciso de mamografia?

Neste primeiro conteúdo, Dra. Pollyanna Dornelas, mastologista do nosso Centro de Oncologia em Brasília, tira uma dúvida muito comum entre as mulheres: será que o autoexame é suficiente para detectar um tumor? Ela também relembra que “o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura e possibilita a realização de tratamentos menos agressivos”. Assista ao vídeo e confira a resposta!

 

2. Não tenho histórico familiar, posso ter tumores nosseios?

No segundo vídeo da série especial Mitos e Verdades sobre o câncer de mama”, Dra. Maria Isabel Achatz, coordenadora da Unidade de Oncogenética do nosso Centro de Oncologia em São Paulo, esclarece uma importante e recorrente dúvida: afinal, mulheres que não tem histórico familiar podem desenvolver tumores nos seios? Ela também faz um alerta em relação à disseminação de conteúdos falsos sobre o câncer de mama. “Muitas informações estão disponíveis, especialmente na internet, então é preciso tomar cuidado com as fake news. Na dúvida, fale sempre com o seu médico”. Assista ao vídeo completo e saiba mais.

 

3. Será que as emoções negativas como estresse, mágoas e raiva podem causar câncer?

Neste novo vídeo da série "Mitos e Verdades sobre o Câncer de Mama”, a coordenadora do Serviço de Psicologia de nosso hospital em São Paulo, Daniela Achette, nos ajuda a responder essa pergunta. A especialista reforça que a importância do cuidado com a saúde emocional deve prevalecer em qualquer momento da vida, especialmente durante o tratamento de uma doença como o câncer. “A regulação emocional, a manutenção de hábitos saudáveis e de autocuidado são fundamentais”, destaca. Para descobrir se há relação entre emoções negativas e o câncer, assista ao vídeo!

 

4. Será que a prática de atividade física pode mesmo ajudar a prevenir o surgimento de tumores?

Neste novo vídeo da série "Mitos e Verdades sobre o Câncer de Mama”, abordamos um assunto muito importante: a atividade física. Será que a prática pode mesmo ajudar a prevenir o surgimento de tumores? Desta vez, quem nos ajuda a responder essa e outras dúvidas relacionadas ao tema é Dra. Tatiana Strava Corrêa, oncologista clínica do nosso hospital em Brasília. Como destaca a especialista, assim como a dieta balanceada, os exercícios físicos são fundamentais para uma vida saudável. “Quando realizada regularmente, a prática exerce diversas alterações positivas no organismo”. Para saber quais são os reais efeitos da atividade física para a prevenção do câncer, assista ao vídeo!

 

5. A terapia de Reposição Hormonal (TRH) pode ser um risco para o câncer de mama?

E para encerrar a nossa série especial "Mitos e Verdades sobre o câncer de mama", a Dra. Fernanda Moura, oncologista de nosso hospital em Brasília, esclarece algumas dúvidas sobre a Terapia de Reposição Hormonal (TRH). “Nem todas as pessoas podem fazer esse tipo de tratamento, por isso, é muito importante falar com o seu médico antes de iniciar”. Mas, afinal, a TRH pode ser um risco para o câncer de mama? Esse tipo de tratamento engorda? Alivia os sintomas da menopausa? Para saber todas as respostas da nossa especialista, assista ao vídeo.

 

#CentroDeOncologia #ConviverECompartilhar #CuidadoQueEnvolveVocê #OutubroRosa #SírioLibanês