Reumatologia

​​​​​Artrite P​soriásica

A psoríase de pele ocorre em 1 a 3% da população. Entre 10 e 42% desses pacientes apresentam um quadro de artrite associado. Usualmente, a manifestação cutânea aparece na segunda ou terceira décadas de vida, enquanto que o quadro articular geralme​nte ocorre duas décadas após. Na grande maioria dos casos (75% pacientes), o quadro cutâneo precede a artrite. Entretanto, é possível que a apresentação se inverta, com a doença articular precedendo o quadro cutâneo (15% dos casos) ou se apresentando simultaneamente (10% dos casos).

A artrite pode manifestar-se em qualquer idade, com pico entre 30 e 50 anos. A frequência, em geral, é similar entre homens e mulheres, apesar da forma espondilítica afetar de 3 a 5 vezes mais pacientes do sexo masculino.

Distintas formas clínicas, padrões e graduações de artrite podem ocorrer em pacientes com lesões mínimas de pele ou com psoríase esfoliativa generalizada. A doença pode variar desde manifestações leves a quadros com mutilação, afetando dedos das mãos e dos pés, coluna, joelhos, tornozelos e quadris.

Também podem acontecer manifestações nos olhos, vasos e pulmões. Após algum tipo de estresse emocional, o paciente pode desenvolver lesões vermelhas descamativas na pele e, anos depois, apresentar inflamação nas articulações com rigidez, dor e inchaço particularmente nas pontas dos dedos das mãos e dos pés. As lesões cutâneas podem ser variadas, localizadas ou difusas. Os exames de sangue mostram inflamação e as radiografias podem, algumas vezes, revelar o caráter erosivo e agressivo da doença.

Tratamento

O tratamento da artrite psoriásica é individualizado. Em geral, a maioria dos pacientes apresenta alívio dos sintomas articulares com o uso de anti-inflamatórios. Medicamentos remissivos costumam ser a melhor opção já que possibilitam mudança na evolução natural da doença.

Medicações também podem ser colocadas diretamente dentro da junta afetada proporcionando rápida melhora da dor. Medidas físicas, reabilitação, fisioterapia e terapia ocupacional são ainda fundamentais e, quando necessário, cirurgias ortopédicas corretivas podem ser realizadas.

A introdução do uso de agentes biológicos – ou terapia imunobiológica – que atua diretamente nas células e nas proteínas alteradas da artrite psoriásica têm mostrado excelentes resultados, melhorando de forma significativa a doença articular e cutânea.

Estes medicamentos são aplicados na veia ou sob a pele com supervisão médica cuidadosa em clínicas de infusão ou hospitais promovendo melhor qualidade de vida ao paciente afetado pela doença.

Dra. Cláudia Goldenstein Schainberg – CRM (SP): 52.963.

 


Você está visulizando:

Reumatologia

Outros conteúdos disponíveis para esta especialidade:

 

  • ​​​​