Doenças Pulmonares e Torácicas

​​​​​​​​​​​​Câncer de Pulmão

O câncer de pulmão abrange um grupo de tumores malignos localizados no pulmão e é causa mais comum de óbitos po​r câncer. Dos 27 mil novos casos diagnosticados ao ano no Brasil, cerca de 94% estão associados ao tabagismo.

Diagnóstico

À​ semelhança dos outros tumores, o câncer de pulmão pode crescer por muitos anos sem nenhum sintoma específico. No entanto tosse, rouquidão, presença de sangue no catarro, falta de ar e dor torácica podem ser sinais da doença e devem ser avaliados pelo médico.

Por meio da radiografia de tórax, é possível confirmar ou não a existência da lesão. Já a tomografia de tórax caracteriza com precisão o tamanho, a localização e as características do tumor.

No Núcleo de Doenças Pulmonares e Torácicas do Sírio-Libanês, aparelhos de tomografia de última geração, capazes de detectar mínimas alterações, estão à disposição dos radiologistas.

Somente com a biópsia é possível fazer a confirmação diagnóstica do tumor. A broncoscopia, a biópsia por punção com anestesia local e até mesmo a cirurgia podem ser necessárias para determinar em quais dos tipos se enquadra o câncer de pulmão (existem mais de cinco tipos).

Estágios da doença

O dado mais importante na avaliação do paciente com câncer de pulmão é o estágio da doença, isto é, qual a sua extensão. Disso depende a estratégia do tratamento, as chances de cura e de sobrevida em longo prazo.

No Núcleo de Doenças Pulmonares e Torácicas do Sírio-Libanês, não se toma nenhuma decisão terapêutica sem antes realizar um levantamento completo e detalhado da extensão da doença. Essa conduta evita erros de indicação e tratamentos desnecessários.

O emprego de técnicas modernas como a tomografia, a ressonância magnética e o PET/CT, aliados à análise dos especialistas dedicados aos tumores torácicos, aumenta sensivelmente a capacidade de definir, com maior exatidão, os próximos passos no manejo de cada pessoa, individualmente.

Tratamento

O Núcleo de Doenças Pulmonares e Torácicas do Sírio-Libanês possui uma junta de especialistas reconhecidos nacional e internacionalmente, dedicados ao tratamento do câncer de pulmão. Cirurgiões, oncologistas clínicos, radioterapeutas, radiologistas, patologistas, pneumologistas, entre outros, reúnem-se constantemente para discutir e decidir a melhor estratégia individualizada para cada caso, possibilitando assim as melhores chances de cura e de controle da doença.

Como norma, o núcleo adotou as recomendações do National Comprehensive Cancer Network (NCCN), que orienta os melhores centros oncológicos dos Estados Unidos, como o Memorial Sloan-Ketterin, de Nova York, e o MD Anderson, do Texas. A constante modernização dos equipamentos de radioterapia do Sírio-Libanês permite resultados semelhantes aos melhores centros do mundo.

Dependendo do estágio da doença, serão indicados tratamentos específicos ou associados. São eles: cirurgia, radioterapia e quimioterapia. Para pacientes com tumores precoces, as chances de cura com cirurgia podem ultrapassar os 80%, podendo chegar a 90% em alguns casos. Por outro lado, quanto mais avançada for a doença, mais importantes se tornam os tratamentos associados (quimioterapia e radioterapia), a estratégia adotada e a individualização dos pacientes.

Prevenção e detecção precoce

Estudos científicos confirmam a prevenção e a detecção precoce como as ações mais importantes para evitar a morte por câncer de pulmão. No Núcleo de Doenças Pulmonares e Torácicas do Sírio-Libanês, grupos especializados e multiprofissionais trabalham, por exemplo, na luta contra o tabagismo, auxiliando os fumantes a abandonar o cigarro.

Os resultados obtidos até então foram muito encorajadores, com mais de 60% das pessoas em total abstinência. Ao mesmo tempo, clínicos e radiologistas do Núcleo estabeleceram rotinas para aumentar as chances de detectar tumores de pulmão em fase muito precoce, à semelhança do câncer de mama, conseguindo assim as maiores taxas de cura com tratamentos menos agressivos.

Pesquisas

O Núcleo de Doenças Pulmonares e Torácicas do Sírio-​Libanês, apoiado pelo Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa, conduz vários estudos clínicos, nacionais e internacionais, para a pesquisa de novos tratamentos (quimioterapia e imunoterapia) no sentido de melhorar ainda mais os resultados obtidos hoje.

 


Você está visualizando:

Doenças Pulmonares e Torácicas

Outros conteúdos disponíveis para esta especialidade: