Doenças Pulmonares e Torácicas

​​​​​​​​​​Broncoscopia

O Núcleo de Doenças Pulmonares e Torácicas do Hospital Sírio-Libanês dispõe de um serviço de broncoscopia equipado com todos os recursos diagnósticos e terapêuticos necessários, e conta com um corpo de broncoscopistas altamente capacitado e especializado. A tosse persistente é uma queixa frequente que pode levar à broncoscopia e pode estar relacionada a alterações e lesões nos brônquios e alvéolos.

O que é a broncoscopia e para que serve?

A broncoscopia é um exame que permite a visualização e a realização de procedimentos terapêuticos e diagnósticos no aparelho respiratório. Este procedimento pode ser utilizado em crianças e adultos. É realizado sob sedação e sob monitorização contínua. 

O procedimento é comumente utilizado para diagnosticar e analisar quadros pulmonares infecciosos, sangramento pulmonar, resolução de aspirações de corpo estranho, entre outras situações clinicas. O câncer de pulmão é uma das patologias que podem ser melhor elucidadas através da broncoscopia. O exame pode evitar uma cirurgia (mediastinoscopia), com menor custo, por meio de biópsia com agulha por punção guiada por ultrassom (EBUS). O EBUS também é útil para o estadiamento (estudo de estágio) do câncer em processo pré-operatório de pulmão, evitando cirurgias maiores e guiando o tratamento.

Entre os métodos de obtenção de amostras pela broncoscopia destacam-se a biopsia e o Lavado bronco-alveolar. A biópsia possibilita a obtenção de pequenos fragmentos dos bronquios e do pulmão, com o auxílio de uma pinça de biópsia. O Lavado bronco-alveolar (LBA) consiste na instilação seguida de aspiração de soro fisiológico no pulmão doente para recuperação do agente causador da afecção.

Esses métodos são úteis em várias doenças pulmonares, destacando-se:  sarcoidose, câncer, pneumonia eosinofílica, pneumonia de hipersensibilidade, proteinose alveolar e no diagnóstico do agente causador de infecções pulmonares (bactérias, vírus, fungos etc. ) nos casos graves ou de falha terapêutica e em pneumonias hospitalares. O lavado broncoalveolar pode ser realizado facilmente, associado ou não a biópsias endobrônquica e transbrônquica com grande valor diagnóstico em pacientes com diminuição das defesas do corpo (imunocomprometidos) com acometimento pulmonar. 

Nos infiltrados radiológicos persistentes (manchas registradas no raio x  ou na tomografia computadorizada que não desaparecem), quando a resolução do quadro é demorada, deve-se suspeitar de infecções não usuais, doenças imunológicas, infecções por fungos ou neoplasias. Para esses casos, a broncoscopia é um recurso diagnóstico de grande valor.

A hemoptise (expectoração com sangue) é a segunda mais frequente indicação de broncoscopia, sendo especialmente útil para os casos de sangramento persistente ou significativo ou em pacientes com risco aumentado de câncer de pulmão (fumantes).

Outros procedimentos também possíveis através da broncoscopia são a colocação de próteses para desobstrução de brônquios e válvulas para tratamento do enfisema.

A equipe de broncoscopistas do Hospital Sírio Libanês possui certificação em todos esses procedimentos e está apta a prestar um atendimento com qualidade e segurança. 


Dra. Elnara Marcia Negri

Pneumologia, Medicina Intensiva | CRM: 69522


 


Você está visualizando:

Doenças Pulmonares e Torácicas

Outros conteúdos disponíveis para esta especialidade: