Imunizações

​​​​​​Vacinas Antipneumocócicas

Há dois tipos de vacinas disponíveis contra o pneumococo: a vacina de polissacarídeo 23 valente e a vacina conjugada heptavalente.

Ambas oferecem proteção contra alguns sorotipos causadores de infecções invasivas por esta bactéria, tais como neumonias e meningites.

Vacina de polissacarídeo 23 valente

Indicada como agente imunizante contra infecções causadas por qualquer dos 23 sorotipos de Streptococus pneumoniae, o pneumococo, incluídos na vacina, que são responsáveis por cerca de 80 a 90% das doenças pneumocócicas graves (pneumonias, meningites, bacteremias e septicemias), sendo utilizada desde 1983. Pelo fato de ser feita a partir de polissacarídeos não tem poder de imunização antes dos 2 anos de idade. O tempo de duração da imunidade que ela confere é de apenas três a cinco anos.

Heptavalente – PCV 7

A vacina antipneumocócica heptavalente é uma vacina polissacarídica conjugada a alguns tipos de proteínas, que possui antígenos para sete sorotipos do pneumococo. Produz resposta imunogênica em crianças já a partir de 2 meses de idade e induz memória imunológica.

Esta licenciada desde 2000 e previne a doença pneumocócica invasiva (especialmen​te a pneumonia e a meningite) e não invasiva (otites, sinusites) provocadas por sete das 91 estirpes do pneumococo (bactéria agressiva e frequente). Estima-se que a duração da imunidade conferida por esta vacina seja duradoura, por toda a vida.

Pneumococo 10 valente

A imunização pneumococo 10 valente protege contra sete sorotipos da pneumo 7 + 3. A vacina antipneumocócica 10 valente é uma vacina conjugada à proteína do Hib não tipável.

Eficácia – A vacina não tem eficácia em grupos de risco. Pode ser administrada a partir dos 2 meses até os 2 anos de idade, sendo necessárias nesse caso três doses de reforço intramuscular.

Quem deve tomar a vacina

  • Vacina de polissacarídeo 23 valente – É indicada em adultos e crianças maiores de 2 anos, pertencentes a grupos de maior risco. São eles: doentes com anemia falciforme, esplenectomizados (submetidos a retirada do baço), portadores de síndrome nefrótica (doença renal caracterizada por perda acentuada de proteína pela urina) e de doença de Hodgkin. É indicada também em todos os indivíduos sadios acima de 65 anos, nos portadores de doenças crônicas – cardiopulmonares, renais ou hepáticas.​
  • Heptavalente – PCV 7 – Pode ser administrada a todas as crianças a partir dos 2 meses de vida, sendo necessárias nesse caso três doses com intervalo de dois meses e um reforço quando o bebê completar 1 ano e 5 meses. Em outras faixas etárias os esquemas vacinais são diferentes.

Reações adversas

Estas vacinas têm raros efeitos adversos, podendo ocorrer dor local, com edema e inchaço e, mais raramente, febre após a aplicação.

 


Você está visualizando:

Imunizações

Outros conteúdos disponíveis para esta especialidade: