Imunizações

​Vacina contra Varicela

A varicela ou catapora é uma das doenças comuns da infância, sendo uma das mais contagiosas dentre as doenças infecciosas. Tem quadro clínico geralmente leve, podendo, entretanto, ser muito grave, especialmente em crianças muito pequenas, em adultos e em indivíduos imunodeprimidos, em tratamento quimioterápico, por exemplo.

A única vacina disponível é preparada a partir de vírus vivos atenuados (cepa Oka) em células embrionárias e em fibroblastos humanos. É bastante segura, tendo sido testada em vários países. É liofilizada e de aplicação pela via subcutânea.

Quem deve tomar a vacina

  • A vacina da varicela está indicada para todas as crianças saudáveis entre 12 meses e 12 anos de idade, em dose única de 0,5 ml, com um reforço aos 4 anos de idade. Esta vacina também está indicada para adultos que não tiveram Varicela. Estes devem receber duas doses da vacina, com intervalos que dependem da sua faixa etária.

Reações adversas

Os efeitos colaterais mais frequentes são:

  • Erupção cutânea semelhante à varicela (em geral com menos de 50 lesões).
  • Febre baixa e reações passageiras, como dor local.
  • Esta vacina pode ser administrada em concomitância com outras vacinas inativadas e com a vacina tríplice viral.

Quem não pode tomar a vacina

As contraindicações da vacina são:

  • Crianças e adultos imunocomprometidos / Imunodeficiência adquirida (aids) ou congênita.
  • Uso de corticoides – prednisona em doses acima de 2 mg/kg/dia.
  • Transfusão recente de sangue, plasma ou gamaglobulina hiperimune (deve-se adiar a vacinação por três meses). gravidez (deve ser evitada durante um mês após a vacina).
  • Discrasias sanguíneas (por presença de leucemias, linfomas, neoplasias malignas da medula óssea e do sistema linfático).

Eficácia e tempo de proteção da vacina

A taxa de soroconversão é de 96% a 98% e a imunidade parece ser duradoura, em torno de dez anos. Algumas crianças podem ter catapora mesmo após ter tomado a vacina. A doença, entretanto, será muito leve, com pequeno número de lesões – até 50. É muito mais seguro tomar a vacina do que ter a doença.