Cirurgia Robótica

Robô Da Vinci

​​O Centro de Cirurgia Robótica do Hospital Sírio-Libanês conta com dois robôs cirúrgicos Da Vinci (The Da Vinci Surgical System). Um deles é reservado para simulações de forma a garantir máxima precisão na operação; e outro é utilizado para as cirurgias.​

Em junho de 2015, o Ho​spital Sírio-Libanês comprou um novo robô Da Vinci (até então o mais moderno do Brasil), devolvendo ao fabricante a versão mais antiga, adquirida em 2008.

O Da Vinci possui quatro braços, sendo que um deles carrega a câmera, enquanto os outros três ficam livres para portar instrumentos cirúrgicos, como pinças, tesouras e bisturi.

O ato cirúrgico é guiado por imagens fornecidas pela câmera introduzida no corpo do paciente. A câmera tem capacidade de ampliar em até dez vezes uma imagem, o que mantém a nitidez e a percepção de profundidade sem a abertura do abdômen ou do tórax.

O médico realiza a cirurgia​ a partir de uma mesa de controle. A movimentação dos instrumentos se faz pelo manuseio de dedais delicados. À medida que move as mãos e os dedos, o robô reproduz seus movimentos dentro do corpo do paciente.

Se o médico tirar o rosto da tela de controle, o robô para automaticamente. Além de um cirurgião no controle, outro fica ao lado do paciente para eventuais necessidades auxiliares.

O robô Da Vinci é ideal para cirurgias que envolvam grande detalhamento anatômico ou procedimentos cirúrgicos realizados em pequenos espaços e cavidades.

 


Você está visulizando:

Cirurgia Robótica

Outros conteúdos disponíveis para esta especialidade:

 

  • ​​​​