Confira o que os especialistas do Hospital Sírio-Libanês já falaram na imprensa sobre o novo Coronavírus:

G1/NACIONAL
Data Veiculação: 01/06/2020 às 19h43

A Prefeitura de São Paulo já recebeu 46 propostas de setores que querem reabrir na nova fase da quarentena na capital paulista, que teve início nesta segunda-feira (1º). De acordo com o prefeito Bruno Covas (PSDB), para que serviços, comércio e shoppings voltem a funcionar, os setores precisam enviar projetos com medidas de segurança que serão analisados pela prefeitura e pela Vigilância Sanitária antes que as autorizações sejam emitidas e os estabelecimentos possam funcionar legalmente. Segundo Rubens Rizek, secretário de governo municipal, a prefeitura já recebeu 300 inserções na plataforma criada para receber essas propostas. Dessas, 46 protocolos já foram contabilizados e estão em análise pela área responsável. Procurada pelo G1, a Prefeitura de São Paulo não respondeu quais são os setores que já enviaram propostas para reabrir. Só depois de análise técnica os protocolos deverão ser oficializados e as atividades poderão ser retomadas. Não há prazo para a análise dos projetos, mas, segundo Rizek, a liberação pode ocorrer antes do dia 15 de junho. Na última quinta-feira (28) o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, estimou que as autorizações deveriam demorar cerca de 15 dias para sair, a partir do recebimento das propostas. “Pelo decreto do prefeito Bruno Covas nós começamos a negociar agora com os setores. Isso depende também de a gente ir acompanhando a evolução da doença, mas teoricamente pode haver a reabertura antes do dia 15”, disse Rizek nesta segunda-feira. Na quinta-feira, Aparecido estimou que a análise da prefeitura deve “chegar a 15 dias", mas não estabeleceu quantos dias cada área demora para fazer a análise das áreas. "Até você discutir toda a estrutura da prefeitura, discutir esse protocolo com esse seguimento, passar pela área sanitária, ele deve ser assinado pelo prefeito e pelos setores, ser publicado e darmos início a esse processo, seguramente essa margem de segurança, como você falou, deve chegar a 15 dias”, declarou o secretário. Propostas dos shoppings Um dos setores que poderá funcionar, com restrições, e apenas depois de ter seu protocolo de medidas validado pela administração municipal, é o dos shoppings. Em entrevista coletiva na quarta-feira (27) o prefeito disse que o funcionamento dos centros comerciais, na fase em que se encontra a capital, se dará por no máximo 4 horas por dia, com público limitado a 20% da capacidade total e com praças de alimentação fechadas. No entanto, as propostas públicas das principais entidades do setor de shoppings não incluem essas restrições. A Alshop, entidade que representa lojistas de shoppings, divulgou comunicado nacional pedindo que o funcionamento dos shoppings seja das 12h às 20h, ou seja, de 8 horas por dia, e que as praças de alimentação funcionem com mesas distanciadas ou com “uso alternado, evitando aglomerações.” Já a Abrasce, que representa os shoppings centers, não respondeu se concorda com a proposta de funcionamento de 4 horas por dia, mas afirma que “entregou nesta segunda-feira o protocolo para a reabertura dos shoppings para a Prefeitura de São Paulo” e que “aguarda a análise do seu protocolo, bem como a aprovação das medidas propostas para celebrar termo de compromisso após acordo com a Casa Civil.” Segundo a entidade, “o documento possui mais de 20 medidas e passou pela validação da área de Consultoria do Sírio Libanês.”

O POPULAR ONLINE/GOIÂNIA
Data Veiculação: 01/06/2020 às 19h27

A equipe médica das Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) do Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) realiza diariamente videoconferência com especialistas do Hospital Sírio-libanês (HSL) para orientações no tratamento de pacientes com Covid-19. A parceria entre a prefeitura de Aparecida e os hospitais foi firmada no mês de maio, e a partir de então todos os pacientes do HMAP diagnosticados com o novo coronavírus recebem o tratamento orientado pela equipe médica do HSL. A iniciativa consiste em visitas diárias “beira-leito” à distância. Segundo informações repassadas pela unidade de saúde de Aparecida, é realizada uma chamada de vídeo, em tempo real, entre um profissional daqui e um profissional médico intensivista do Sírio-Libanês para debater e orientar a equipe da unidade no atendimento a esses casos. Diretor técnico do HMAP, Sérgio Vêncio explica que médicos do HSL especialistas em UTI, nefrologia, cardiologia, infectologia e nutrição acompanham diariamente os pacientes de Aparecida. “São realizadas duas reuniões, uma pela manhã e outra à tarde, para repassar de médico para médico todas as informações, análises de protocolos, dentre outras orientações. É como se esses médicos estivessem aqui em Aparecida visitando esses pacientes e auxiliando no tratamento“explica. Sérgio avalia a parceria como positiva. “É fantástica essa proposta. A Covid-19 é uma doença que todo mundo está aprendendo. E os profissionais do Sírio estão na frente da gente, pois em São Paulo já ocorreu o pico da doença. O que nós estamos vivenciando agora com o aumento do número de casos, eles já vivenciaram. Eles puderam aprender na prática, no dia e dia e estão trazendo esse aprendizado para gente”, finaliza.

UOL NOTÍCIAS - ÚLTIMAS NOTÍCIAS/SÃO PAULO
Data Veiculação: 01/06/2020 às 17h45

O Brasil tem 211 shoppings centers em funcionamento, segundo dados divulgados nesta 2ª feira (1º.jun.2020) pela Abrasce (Associação Brasileira de Shoppings Centers). Com a permissão do governo de São Paulo, o Estado reabriu 32 estabelecimentos no interior. Leia a lista completa aqui. A reabertura foi autorizada depois que o decreto de distanciamento social parou de valer para algumas localidades do Estado paulista. Os shoppings de 12 municípios voltaram à atividade: Botucatu, Guaratinguetá, Hortolândia, Jundiaí, Piracicaba, Ribeirão Preto, Santa Barbara d’Oeste, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba, Taubaté e Valinhos. Na capital, que já teve sinal verde do plano de reabertura do Estado, eles permanecem fechados. O prefeito Bruno Covas estendeu a quarentena até 15 de junho. Com a reabertura, 211 estabelecimentos estão funcionando em todo o Brasil, o que representa 36% do total. Há registros em 87 cidades de 14 Estados. Receba a newsletter do Poder360 Os shoppings centers foram fechados depois de decretos estaduais para limitar o fluxo de pessoas nas cidades, medida para diminuir a disseminação da covid-19. No penúltimo levantamento, divulgado na 5ª feira (28.mai.2020), eram 158 shoppings reabertos (27% do total em 66 cidades). De lá para cá, outros 53 reabriram em 21 cidades. Na capital: sem prazo O prefeito Bruno Covas exigiu a apresentação de protocolos de segurança antes que os shoppings reabram. A Abrasce apresentou protocolos criados pelo Hospital Sírio Libanês. Eis a íntegra.

UOL NOTÍCIAS - ÚLTIMAS NOTÍCIAS/SÃO PAULO
Data Veiculação: 01/06/2020 às 08h33

A partir desta segunda-feira (1º), começa a valer o plano de flexibilização da quarentena anunciado pelo governo do estado de São Paulo. Cada região do estado terá um tipo distinto de liberação. Caberá, porém, às prefeituras definir como será essa reabertura dentro da fase de flexibilização liberada pelo governo estadual. Na capital paulista, por exemplo, nada muda por enquanto. A quarentena foi estendida até 15 de junho e só os serviços essenciais, como supermercado e farmácias, continuam funcionando. O prefeito Bruno Covas (PSDB) deu o recado: "na cidade, nada reabre a partir de 1º de junho". Ele indicou que, a partir de hoje, serão avaliados os casos de cada setor a partir do envio de um protocolo de segurança, o qual precisará ser aprovado pela Vigilância Sanitária. Na Grande São Paulo, a ordem é manter tudo fechado. Já no interior, algumas atividades poderão ser retomadas. A medida do governo estadual prevê cinco etapas de flexibilização. Elas foram divididas por cores definidas pela Secretaria Estadual da Saúde. O UOL responde as principais perguntas sobre que muda a partir do dia 1º: Quais são as etapas de flexibilização? Vermelho, alerta máximo: Liberação apenas de serviços essenciais devido ao alto risco de contaminação; Laranja, controle: Fase de atenção. Início da flexibilização de setores com baixo risco para a saúde; Amarelo, flexibilização: Começa a abertura também controlada de um número maior de atividades; Verde, abertura parcial: Flexibilização abrange outros ramos, mas ainda com restrições; Azul, normal controlado: Todas as atividades têm permissão para funcionar, mas com medidas de distanciamento e higiene. A cidade de São Paulo vai sair da quarentena? Ainda não. Ela foi classificada na fase laranja, de controle. Nela, é permitida a abertura dos seguintes ramos: Atividades imobiliárias; Escritórios; Concessionárias; Comércio; Shopping center. Acontece que o prefeito Covas avisou que a abertura não ocorrerá na segunda. A partir do dia 1º, os setores econômicos interessados em reabrir terão de enviar propostas que serão avaliadas pela Vigilância Sanitária. "Só serão liberados na cidade a partir da assinatura do protocolo com a prefeitura", afirmou Covas. "E, assim que [as propostas forem] referendadas, os setores vão poder reabrir na cidade." A Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers), por exemplo, diz que "já criou um protocolo de recomendações junto à área de Consultoria do Sírio-Libanês com o objetivo de orientar os estabelecimentos para este momento de reabertura". "São mais de 20 medidas que visam, dentre outras iniciativas, ao reforço na higienização e de proteção para todos os visitantes dos empreendimentos." O que será preciso apresentar para conseguir a autorização? Protocolos de saúde, higiene e testagem; Regras de autorregulação para fiscalização desses protocolos; Política de comunicação para proteção de consumidores e funcionários. E como fica a Grande São Paulo? A Grande São Paulo, a Baixada Santista e a região de Registro estão na fase 1, Vermelha. Nessa classificação, a quarentena se mantém como está, quando apenas serviços essenciais, construção civil e a indústria não essencial podem funcionar. E no interior, quando a abertura começa? Também na fase laranja, mas sem as exigências de protocolo como na capital, a maior parte do interior poderá reabrir no dia 1º os cinco setores listados acima. É o caso de Araçatuba, Campinas, Franca, Marília, Piracicaba, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté, além dos municípios satélites dessas cidades-polo. Já outras cidades estão na fase 3, amarela. Além dos ramos de atividades listadas na fase laranja, poderão reabrir salões de beleza, bares, restaurantes e similares. Estão nessa lista Bauru, Presidente Prudente, Araraquara, São Carlos e Barretos, além dos municípios vizinhos a elas. Quando minha região mudará de fase? O governo do estado afirma que uma região precisa esperar de 14 dias para que sua classificação seja reavaliada. Como o governo classifica cada localidade? O governo levou em consideração diversos critérios, como taxa de ocupação de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) e leitos para cada 100 mil habitantes. Tais indicadores são avaliados em conjunto com dados de casos, internações e mortes por covid-19. O peso de cada indicador, no entanto, não foi revelado. Ainda preciso usar máscara? Sim. Quando anunciou a flexibilização da quarentena, o governador João Doria (PSDB) condicionou a medida ao uso obrigatório da máscara. "Ela [a flexibilização] será possível nas cidades que tiverem redução consistente do número de casos, disponibilidade de leitos em seus hospitais públicos e privados e estiverem obedecendo o distanciamento social nos ambientes públicos, além da disseminação e do uso obrigatório de máscaras", afirmou.

TV VALOR ECONÔMICO
Data Veiculação: 01/06/2020 às 07h50

 

RÁDIO CBN 860 AM/RIO DE JANEIRO
Data Veiculação: 01/06/2020 às 04h05

Tatiana Vasconcellos de Fernando Andrade receberam chefe da UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas Jaczko estão mortos. Em infectologia estados Vital Sírio Libanês Miranda, ao bem. Vamos conferir a primeira parte. Nós estamos recebendo hoje aqui em e um estande CBN a infectologista do hospital Sírio, Libanês mira ano dá ao bem. Doutora Miriam bem-vinda. Obrigados a se não também o chefe da unidade de Terapia Intensiva do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, Jacques em bote bem-vindo de autor Tico obrigado para começar eu possa dispensar o doutor em adutora chamá-los pelo nome, sem claro, já então, humanos no começo da pandemia a gente suspeitava se que o novo coronavírus tinha similaridade com sais, a síndrome respiratória aguda grave ou ameaça a sendo militar, síndrome respiratória do Oriente Médio, nos casos mais graves se a doença se mostra muito complexa, gente já sabe que o principal órgão atacado pelo não coronavírus é um pulmão. No entanto, a gente tem visto casos em alguns estudos sobre o ataque a outros órgãos coração incinerados nos cérebros doutora milhão Tec se sabe sobre isso até agora. Então ele em Sanaa, além da gente arruma como se falam, né. O Amapá, a maior complicação e com as contas, então de quinze a vinte por cento dos fossem. E realmente os feriu uma infusão infecção pulmonar grave que faz a sem precisarem de um suporte jogo se Geni né. Mas a gente sabe também se a doença ela acaba de Zintan de ano. A gente chama de cascatas situações que não são uma raça formatar muitas o sem nada e ela pode ocasionar caminho eventos com juro tão voz, então é uma tendência no sangue de falar, mas em alguns órgãos e além do que ela comprar o vírus pode atacam os órgãos de forma mais específica, não sou aquele problema como Marcos já está a caminho no comecinho, gente tenta sem que vão Lingus formação do músculo cardíaco fazendo música Gentil de meu carro disse, a gente tem a sem que o volume com piora da função renal são nenhum trabalho da forma como deveria. E não você falou e também, a gente tem a verdade reações, inflamatórias e rações de tão onze que cometem o mesmo corpo inteiro, então a gente tem essa sem sendo carros sendo relatado de pacientes, por exemplo, fazem até nesses né, que são derrames por causa da infecção pelo novo coronel e. um se a gente for entrar na especificidade Jacques quais são os efeitos no sangue do paciente porque há informações que que dão conta de que quando as paredes dos vasos sanguíneos ficam inflamadas formam seus quadros, às vezes grandes e às vezes em artérias importantes. Como é que isso como é que isso se dá no organismo. Foi bom e se der para terminar, comentou hoje é que a gente tem visto. E tal direito mudança formidável pela forma se variados com ela ataca o ser humano nessa rota Latakia por informação Latakia por ação direta do vírus, ela ataca por isquemia forma pela praça estrondosos. E a atuar com centavos na referência meses o que acontece aqui para me Klizan até agora, não muito bem identificado como essa tendência a São Borja coagulação do segmento dos vasos. A consequência disso é que nenhum seja falta de algo de irrigação sanguínea. Falta de oxigenação do tecido que eram ligados para esses vasos que agora estão promovendo atos. E eles HCor em vários órgãos citam um o pulmão, guiar um carro de família comentou homem que a ordem choque negam que traz geral o paciente ao a emergência não do mundo para o socorro. E não atacar diretamente pelo vírus pela informação e por um quadro que há peso de predominando sumiços quando os essas quando de trombose há uma tendência carro, a condução que é permitida aos três metro foram os mais graves. E eu diria que grande parte dos pacientes tecidos, complicação, temas Natura tem que se vê hoje eles dependem diante com gostamos seja de medidas farmacológicos. A viagem para impedir a formação de coágulos sanguíneos, às vezes a gente costuma usar sempre forma terapia profilática nesses pacientes, com seja na prevenção tu já és uma norma corrente terapia intensiva para passe de trem. A ação de grupo risco que não tem contraindicação, mas o que a gente tem visto agora é que ele está usando isso não consta da de muito maior nos os níveis terapêuticos justamente para tentar reverter quadros, foi evitar sua progressão, cometem um marcador sobra, trânsito, a gente usa para tratar a monitorar e sempre esse processo tão. Exames são o nome complicado, né, deu dicas por corriqueiro para remoção de Jean e o dinheiro de, por exemplo, e a gente vê que há um aumento brutal nesses marcadores retina marcado informar tório indireto não especificou de do processo de trauma, informação, mas a gente usa tentar se guiar e que demandam bastante atenção bastante intervenção, forma Colón. Uns não dá para não identificam perfil de paciente onde esses fenômenos cardiovasculares são mais e frequentes ou um com um. É a chance de trombose em de Colán Gollum e percentagem e como é que possa dizem e é observada em todos os tipos de paciente grupo de risco não grupo de risco ou mais é frequentemente em pacientes que tem AGU, alguma adequada morbidade e tutor disposição. Isso exato, brigadas de seis para três meses. É bom que o que a gente viu seguinte, ganhou vez uma população que já é enviesada de questão menos passes, mas críticos mais graves que já estão uma terapia intensiva não, esses pacientes aqueles que que tem uma probabilidade maior de vôlei para formas mais graves. São aqueles que tem algumas comorbidades ou fator já reconhece. Aí o doutor Jackson, eu quero ouvir a Miriam, que a infectologista do hospital Sírio Libanês, em e Mirian da parada para responder essa pergunta, existe um perfil de paciente em interesses com água nos o rumo uma complicação no sistema cardiovascular seja mais comum. Tão dizem, sabe, é gente. A gente sabe que na verdade em oitenta e seis por cento dos por cento e um por eles eram vez, não evolui conforme garras nesse ponto tem de descascar para as pessoas ficarem pânico. De vista, tem que evoluir a forma grave, a gente sabe em quem tem algum grau de comunidade, principalmente com umidade e casa muscular e como já vinha falando para gente é uma supressão tem maior chance de evoluir com um essa a tendências a maior coagulação tendências maior não processem formando lá, né. Mano sabe que alguns pais sem os jovens também têm evoluído com esse tipo de evolução, garagem, conduta, sim, ele já está internado no hospital decisão já Jenny suplementar antes quinze por cento que evoluíram grave. De acordo com os exames de sangue e a gente consegue tão ideia de para qual lado paciente saindo, ele vai para o lado daquele passem que vai precisar de um de coagulação mais importante sem a inflação do que o paciente vai precisar de algumas medicações com efeitos de formatura mais importante. Ele dá fazem no e complicação de infecção bacteriana seco na Raiz. Nem a gente consegue já quando com acompanhamento clínico do doente, ter uma ideia de qual complicação que ele tá anos apresentam na qual habilitar linhas e há muita cinza, trezentos várias dessas complicações ao mesmo tempo, Hamdan. Ou o JAC estava falando hora que caiu a linha e você diz exatamente é ponto avançou particularidade que atender não te né. Já. Sem o que a gente vai não ter dia pelo não sei se estamos na mesma ter bom a gente times não resolve Poliana a Miriam e aproveitando que essa linha cair, mas agora a gente pode retomar sua resenha as sem tesão ao que eu queira se manter como estão trazendo gente tem uma uma moção que já enviesada são os mais críticos nesta população que a gente vê que é muito prevalente independente da faixa etária. O medo dos pacientes se disse surpresa com a anulação. É claro que exista aqueles pacientes que já chegam com riscos pré-existentes, então existem as fonte mulheres jovens que tomavam drogas anos do ato ora, por exemplo, que isso já confere um risco aumentado para pelo menos, são ótimos esses pacientes eventualmente podem ter um risco somado, nós temos uma casos como o paciente que já faziam uso de drogas e para para prevenir a formação de coágulos de trombos por conta de eventos tão bom ticos prédios. São tão listas, passem já a gente olha com atenção redobrada, porque a gente sabe que do que antes de terem com vida já eram vocês que tinha um risco aumentado. Mais tensa não passa indicaram previamente judô. seis denúncia, nenhum fator de risco. Na hora que os pacientes vão pro tem as comorbidades que se associou pior prognóstico desses pacientes tem sabe que obesidade hipertensão, arterial diabetes, méritos, isso pacientes não a probidade estende sobre coagulação também uma vez alta e é muito grande. Em é que falam pouco do sistema cardiovascular, aliás, já colocar uma e conta que de ouvinte, Pedro. Ele teve o vírus, ele está dizendo que foi uma forma relativamente leve, eles ou com febre, bem cansado, mas não foi internado, fez o exame deu positivo tem quase um mês que ele tá bem tem vinte sete dias que eu estou bem diz aqui o Pedro. Eu queria saber até que ponto eu estou imune em é difícil achar essa informação posso passar, convide mesmo estando imune, posso, por exemplo, visitar minha mãe, sem medo, doutora mira. A doutora caiu, então vamos condutor já pode respondeu Bedran. Você se pergunta de um milhão e lado Pedro Neto, a verdade é que nem uma casca Ciência sem não sabe ainda dar uma resposta até precisa essa pergunta. É o que a gente imagina que sim, fosse fique com uma imunidade, principalmente na Foz na base mais precoce após essa infecção, afinal de contas tem teve uma infecção e a de Deus vou significa que de alguma forma e construiu uma resposta imune suficiente para isso e ela pode durar alguma Kong algum tempo e agora quanto tempo lá durante esse aqui realmente vai ser e duradoura muito e não se pode prolongar a gente não tem como responder. E a gente não sabe se esse vírus eventualmente sofrer algum tipo de mutação no futuro. Esta imunidade ainda que duradoura para ser anterior, ou seja, essa que de infectou agora e da qual você saiu muito bem, se isso será suficiente para conferir imunidade, inseto, as que eventualmente venham infernos infectar novamente. Tem não se no futuro, após alguma mutação à semelhança do que acontece por gente com onze com o vírus da influenza, né. De todo o ano de foi renovar vacina porque ele muda, ele muda de maneira suficiente que um para a Ponte necessita uma nova imunização. Agora, s ela de um paciente tem Moon em interesses, eu te amo tanto gritar e mostrar que tem capacidade de transmissão, mas também não sabemos a resposta torna vítima essa pergunta, mas a gente imagina que sem das um min devido que já esteja imune, não é um transmissor em potencial. Então para esse novo coronavírus embora, não haja uma resposta conclusiva da ciência percentagem e sabe se até aqui quem se o vírus mudar pode ser que essa imunidade não valha, mas para esse novo coronavírus Vale e isso, doutor para sempre ficam. Pelo menos na fase tons infeccioso imediato sem ao que parece tá e sobre visita amanhã um risco ainda. Eu aconselharia se ele fosse visitar a mãe que que eu fizesse usava máscara, né, como qualquer pessoa BR de bens ter tido ou não deveriam fazer, porque existe alguns casos de de pessoas que tiveram a infecção, que documentada mente se recuperaram dela e quando digo não, em cada mente significa, tiveram melhora clínica tiveram melhora, uma gráfica, um estudo feito por Anna China, ou seja, não foi a melhora clínica tão o raio X e tomografia de tórax dele melhorou e tiveram dois testes negativos do TCE em e se concentra de três a cinco por cento desses pacientes voltam a positivo para o teste do Pechem em O que significa exatamente isso. Do ponto de vista de transmissíveis idade, nós não sabemos porque o teste que detecta particular do vírus com pneus tensa particular tem potencial de infecção ou não, a lista não foi testado, não foi aferido, mas tem dubio pro réu que teriam se há essa possibilidade você vai visitar sua mãe ainda que você esteja imune. É bom fazê-lo com máscara. Posição comida novamente, Mano não também tentando ir à para elas, um por telefone mesmo não se aproveitar de qualquer pedido já que o seguinte é russo à frente de uma UTI. Como foi o caso de mais de Sul prendeu Sul prendeu vocês não são os colegas que você poderia compartilhar com a gente. Olha, essa marca de mama é uma grande pergunta, porque eu diria o seguinte, o Qatar é uma doença formidável como já havia comentado no Simon pela forma como ela, como anos atinge Neto. Ela nos atinge propor ação direta do vírus à luz antes para mim formação brutal que ele provoca lá nos atinge. Pelo Pnud sobre coagulação brutal que quer que provoca também vários órgãos acometidos, então te diria que é não é apenas um caso que me impressionou muito, porque é uma doença com a conosco aprendemos todo santo dia. Então tem um passo militar. Todos os dias em que começou essa pandemia não tive mais fim de semana ou feriado em todo o dia posso dizer que eu me surpreendo com alguma coisa nova de uma manifestação diferente, algo uma exacerbação de você esperava que não houvesse mais. Em neste exato, momento, estamos passem a de que estão fazendo um com distúrbio de uma diz autonomia, Pezão e um contam e de altera pressão muito alta com taquicardia e de repente, uma pressão muito baixa que a ponto de caracteriza-se como choque decisão de droga para manter a pressão. Isso num intervalo de três minutos. Uma gangorra hemodinâmica. Isso gente a ONU tinha visto ainda que se vê Nunez paciente a partir deste final de semana. Em que eu vi em outro dia a uma a uma uma situação nova um desafio novo, literalmente, uma doença para gente grande lidar, você tem que tem uma formação muito bem, uma experiência muito grande para lidar com pacientes críticos, porque parece um compêndio de Medicina de Terapia Intensiva ao que nós temos visto com esses com esses pacientes. Agora é a gente fica por conta disso também durante o dia de Ano Novo, a gente consegue ver o que é foram você aprendeu, visualizou um paciente você Hong aplica no paciente seguinte, cada pequeno sucesso celebrado como uma grande vitória. Então e diria que não há um carros especificamente que nos anos impressionou o e sobremaneira o vários deles, pelos impressionam Inter nos tocam todo dia e, às vezes esses pequenos feitos assim, são muito celebrados e por quem é uma tem sim, mas a gente colocou no conhecimento da doença, entendeu. Há uma guerra contras de mais um modo de começamos a a ventilar docentes trem tombados sem consenso, meteu os o metrô é mecânico. Concessões, trator grave ventilados espontaneamente ele sente bar ponto ele diz que ainda compram chama de curto entrar nem quem posição Prona e conseguimos sucesso com isso. Ele foi na Grande Vitória, tanto pela perspectiva que isso pode abrir promoções, incluem publicamos esse achado agora tem séries publicados Estados Unidos. Então por um pequeno susto e e degraus nós subimos aí não conhecimento dessa doença que pode ter um significado muito grande. Eu acho que em eu acho que respondia atuar tanto a pergunta do jeito, eu respondi ele dúvida sendo vida. Já voltou agora condutora mira do e diversos estudos têm demonstrado de cores, dezanove também causam, pode causar danos no coração e fala assim fartos mil Cardim entes insuficiência cardíaca, como se dá isso. E numa do limite em um trabalho parque publicado meta minuto em que uns patins politicamente com em latim de sessenta anos do grupo está tem que nomear forma grave com nem tinha um trabalho do e trinta e quem por cento das com quem. O volume não com informação chamando o único caminho para o então é engenheiro e a me chamar chamego não quatro card. compromete o funcionamento do coral são nem tão é tão barato e Marquinho forma mais Charco em entrar com o único com de olhar o. Além Lima cardíacas, ela de carro Pen não último ano, além do COI de elite e por nem um ar a mulher e o Harry, né. E Sul e em maio numa discussão para frente, porque integrada que já tem uma de cinco de ventilar que já tem outras condições de impedirem de lidar com como JAC um elenco com. Mas todos também que relacionam com vídeo com problemas renais. O que é que se sabe sobre isso Miriam. Então, além de Henrique Lage em bairros e que já era diz que temos dinheiro calar de cargo que a gente tem que ficar na Matinha mas quando começou tipos de Moncho que uma porcentagem por quem em torno de uma por fruto, ela lança o Dimas volume com um quinto sem clima ruim, tão bem ao chupar o sangue da maneira como deveria e sete em um parque em um inclusive para te dar no dia em Dinho maconha em diálise com uma má forma estritamente umidade para quem tem sim, bonecos. A menina tinha tudo bem ainda com leite nerd na maior do que estão no mesmo time Braguinha, por exemplo, que não tem lutado que libanês. A gente vai que a porcentagem de parte tem que evoluir, comenta que David de ponte de Jalili, né. Não pensa na aula, tem variado entre cinco parque hoje por cento. Né. E em mim a sede por que é que foi contar a gente a gente não tem muita ideia em do músculo na mente em uma enchente, o do menino, mas bairro Pilões em comum a todos não, para a dobrar Lima de na nuca Cris, aumento tomando a parar e que conta a não acha por alguma infecção. E no corte de menor de e nenhum um e tem uma malha habilidade na incidência deste tipo de leva no pico Jackman termal do La Nina Lima. Tem intenso em milhão. E só que a gente tem uma prevalência um pouco maior na nossa frente em torno de trinta e cinco por cento. Não tem e temos fator Yao, então vamos ver com certeza. Vou que o que existe a resiste deve existir um álbum um cometimento direto do houve. A gente conta de imprensa, comunicar salão de dança são tão depois que o receptor lançar já o vírus sido. Com o Pan. Se você puder, Waltão, pouquinho gente perder uma parte dessa conversa das da sua resposta sem ser poder é um voltar e tem observado isso não tem. Então vamos até uma como e. Ontem, então, de trinta por cento dos pacientes não que a gente admite não tem dor das famílias e das cresci vão precisar em algum momento de hemodiálise não tomei só falando de alteração da função renal do com de alteração da função renal grave o suficiente para precisar de hemodiálise e Inezita algumas explicações para isso é uma delas a mas simplista né, que se que o crime, porque você secundária a ficção diretamente causado pelo vírus já que o receptor ao vírus que tem um nome chama receptor e a dois. Ele e sim, contra vários e gema. Tem não ganhamos nos tubos renais do Romero renal, em várias estruturas que compõem o rim tem esse receptor, então pode ser cometimento direto. O segundo mês a trombose que acomete vasos pulmonares, vasos e coronariana os entanto pode comentei, aderiu da renais também levamos feita renal, existe um fenômeno que que a gente sabe que quer que acomete todos os órgãos quando presente que a Polícia Militar hospital que eu seja seu tem um cometimento Severo de um órgão, por exemplo, vem causando dor e fama são brutal que a gente vença os pacientes a uma cometimento de todos os jogos, então, a cometimento direto vascular inflamatório são o que acaba causando esse tipo de lesão renal na nossa caso si Khan, né. Então ele trinta e cinco por cento de pacientes precisando de Dilma de Haddad. Nos últimos dias surgiram e algumas notícias relacionando novo coronavírus, com disfunção erétil algum indício de que o novo coronavírus possa provocar disfunção erétil já antes. Para né, nós não ti não temos visto, está meus de convenções também não se atentar muito Braz, que eu possa estar em terapia intensiva, então e alterações antes não são réus são o principal. É problema para eles. Agora faz sentido sem porque se você pensa que você tem problemas vasculares em grande parte das discussões e né. Tensão são segundos os planos vasculares os imaginária que poderia haver uma ligação entre isso, mas com formas mais graves naquela tem quadros com distúrbios Jedi de corrupção. Eu não vi nenhum caso certo, hoje é possível dizem que a convite dezenove é uma doença que acomete mais homens do que mulheres Miriam. Sinhá por resumo nem de Marin e fica ruim Chicão e internacionais de educa risca Belém, Belém do Nargis em uma BA uma importante dos três brasileiros que chama de que nega gente mente proporcionalmente para e te te os homens, então, o número de custo, uma mulher ou e com um a mais grave e mais tem a quem acha que ela acomete BA menos por número de mulheres. E como a gente avalia que o povo paulista, quem acaba país na de um e vale para quem quer que o médico uma tem um tenente em torno de seis em uma de atendente no link daquele a quem o que quer que dão de cara, tem. Um homem e o filho em altura, par disso, mulheres, uma Mara de Os homens que eles falem forma grave extintos como maiores que varrem o. Tinha tudo para a gente sabe em que momento o Brasil está na pandemia. Olha, essa e outras três outro para montar a melhor na área, não. É, eu acho que não dá ainda, porque a gente olha, os dados, a gente vê que ainda tá lindo, tá subindo, pilhas e tem várias realidades dente do Brasil vai, então sim, se você tem locais um leito Nenê ainda nem chegou a começar para valer em outros tal menos atento tingido ou o seu o seu Esteves peito são Platoon eventualmente possa cair agora. Vai depender muito do na aderência, cento tiveram as meninas G de restrição, mobilidade social, uma. Porque eu acho que na hora que se eventualmente for relaxada essas áreas se começar às com a Inter nas. Nós vamos ter ainda a subida de número de casos aí são grande medo. E agora a segunda parte da entrevista da Tatiana Vasconcellos do Fernando Andrade. O chefe da UTI do Instituto de Infectologia do hospital Emílio Ribas Jaczko estão Bope e a infectologista do hospital Sírio Libanês merenda, alguém Efe. A traz uma pesquisa que mostra que sessenta por cento das pessoas são favoráveis, ao bloqueio total, né, ao chamado lapidação trinta e seis por cento são contra tem mais apoia a restrição total e quem tá no Nordeste, a região Sul é a região menos favorável, que leitura se pode fazer desses números tendo em conta, inclusive em que em alguns estados o relaxamento já tá sendo feito, né, o isolamento já estão sendo flexibilizado em São Paulo, por exemplo, o hoje, governador e prefeito anunciaram um plano de flexibilização parada que é que começa na semana que vem no dia primeiro. Em que o de que leitor é possível fazer desses números Meira. Uma coisa interessante, a gente tem que chamar assim e pelo barro que a gente tem publicado baile contra outro tem muito que não te falo, né. A gente tem um Palio dependendo da rede a um estudo feito pela no estar dispon nota e, por exemplo, ficar no São Paulo, cinco por cento da população já tem licor Indy e marque o que a gente tem que dar lugar a tiveram com limitam a dar lá no norte do país não dele mesmo chegar pelo qual eles contam que tiveram de Marquinho mas puxa muito que incide crítica no chão muito grande. Linha que venha pela frente, né. Os agentes FAB pelos dar o que a gente com e Net vivo que a gente vai atingir uma teclar chão. Conforto área do ponto de vista que bem é lógico que a gente consiga abrir. Em São Paulo que partam de normalidade, mas enquanto barkin nanica gente humilhante, quando a gente tiver em torno de cinquenta por cento sessenta por cento da popular chão, que já tem rotina infecção pelo nome como Lili deles tem muito chão pela frente, né. Como lixar em mobilidade abertura e E que seria quarenta em não arrancam fechar um acordo amém afrouxamento da, porém, tem mais uma medida de Loco dar a diferença na verdade ao futebol que restringe a movimentação não fechar um, né. Um lote dá um que sair uma quarentena muito mais que coletiva. Ele está indicado para aquelas situações íntimas que tem um aumento muito grande o número de cargos em que um número de leitos já tem disponível em é muito pequeno de novo que já atingiu uma porcentagem de lei não tinta e ocupados por convide acima de noventa por cento não estar com o colapso. O sistema de saúde e não tem de corte Barros. Temos que diminuir numa cidade de carro, o chá número Naimi e é para você ir lá e ele quer afrouxar mar em comum Dida de não amém Funchal, como é nova tem cem com o Centro de Marina de Bardi em uma curva bem quente, senti o número de carros. A gente mede muita gente me leilão de uma única gente fala de R a sentindo que o número de cargos secundários que a gente tem a parte de uma pessoa que está atrás, ritmo, né. Com do muro que Edcarlos seco Marica gente tem a partir de não perturbe contra o ritmo, ele maior do que um o que vai ter aumento no número de carros com este número é menor do que um a uma personal Luis Camilo de que uma pessoa infectada secundária e você vai ter uma diminuição do número de cargo em último, o indicador dentre outros que a gente muda para saber se a gente pode afrouxar na uma medida já não há nem Funchal outra coisa que a gente olha também trabalhar, a gente pode puxar uma linha de homem oficial e o número de lento Gil tem que não ocupá-lo um óleo não e lento, por exemplo, que a gente é muito Carlos Armando Paschoal, meios. O dono do carro do Papa, a gente tinha na cidade de São Paulo, noventa por cento de noite já que é ocupado pelo que foi publicado. Em nenhum número que enchente de carros, né. E já na cidade de Belo Horizonte Kremlin com o que tinha um Manjar Chapada com quarenta por cento do noite de quem são culpados o maior no como já falou, diz que Patrus tem muito papo de que na lógica muito distinta comparando dela Le Monde com São Paulo, em da LAN mãos última parte do bem é lógico, foi morar, eu amei tudo gradual contra o São Paulo, um a um. Já antes que é complementar e nos dizem é sobre nota dão bloqueio total já que Fernando os pergunta em que fase da pandemia. A gente tá e de fato a gente olha para os números, eles ainda não foram estabilizados sétimo longe. E eu acho de fazer esses números começarem a cair e já há estados como São Paulo falando em flexibilização da do isolamento percentagem e. A partir da semana que vem. Então hoje choques do Distrito Federal serão reabertos, por exemplo, né. E então arruma uma família foi prefeita na mas que não, mas que caçam, no exemplo, fica são nada se ali das distintas que a gente vivia a nossas TCU que São Paulo. No meu entender não permite cinema de tranquilidade a ponto de falar e relaxamento, porque a gente takohma numa com a capacidade nem de dia de atenção início de Terapia Intensiva quase, quase saturada se for levar em conta o estado. Um interior pelo cantar, hino ainda está numa fase ascendente, então, por uma interiorização da pandemia. E veja a gente também em qualquer lugar do Brasil, mas não temos os números reais, porque a gente tem uma subnotificação mas não temos testes suficiente para tem uma visão ampla do que está realmente acontecendo, então a gente fica meio numa área de penumbra em os voos rumo rede consegue definir com os testes realizados, mas nós estamos fazendo muito menos testes do que deveríamos estar fazendo para falar em abertura. Então eu acho que para a cidade de São Paulo. Ao certo e talvez um rombo. Risco à de uma de uma de uma precipitação, espero que espero que não mas é agem, é que temos que ver o que vai com cena a pergunta do Fernando dizer, respeito por aqui na né, ser pesado sobre os efeitos colaterais. Quais são eles e de que maneira e é aplicada no tratamento com dentina cura correr de dezenove Emília. O da Ucrânia numa Ben Barnes é em nenhum. Sentido em Anapu que devem que pena que poderá ficar lá atrás do para que ela numa indicação, Timão já venho, ela é muito maluca, ele integrou quicou na última narra muito login, né. E nem e nem com um não no cometimento de quem colaterais com medo não é arte popular o que não é muito grande que a gente mexer, não Kubrick mexo na luta sem concorrente menor EM risco e que, na verdade é que aumente, porque eu Miro que já tem em quem em que sobre parar. E talvez porque a gente costuma confiar um antibiótico chamar chamado para medicina que a íntima em que Aline arritmia cardíaca. Foi muito maior e a quem comprou milha não ali do que eu tinha a minha Cimino diz crítico na literatura médica, sobre elementos diversos e e anos à frente uma falam de mais. A gente tem é trabalho bem ou até quarenta por cento dos pais em denali Tim o de alteração cardíaca dá uma hora tinha condenado por ano para o time, né. E no momento de ter um quintal National R a tem como que poderia que uma bolha percentagem para ajudar aos a fim de compor Linea Nole e que foi te observando na tanto na prática sexual clínica da questionar pontos de médicos trabalhem que foram à Inmet minha gente ali três Ramalho, bem aqui, tantos, dois deles, com mais de um mil e quatro frente às quem. E um bem comum. Uma, mas não rende ser lenta e sem o. A mãe que, na verdade, a claro que ela não tem Nenê de fim de ano para a mente da comig danosos na ela não reduz a mortalidade neste continente, não reduzir a incidência de em de arte em que momento um doente, grave, nele que a gente que tenta manter a mente em noventa e que não é bom bem. Ela ainda aumentou a chamar o fim do tipo assim, evoluírem mal e de morrerem como já não dava não tem de uma mulher que ele tem uma de lei, Cris, muito bacana foi publicado pelo que ao Haiti bem, como deixar da menina ícaro a educação para diluir demite ninguém se vão ficar entidade primeiro de Infectologia e a outra é um bolo que nome foi em condenado computação mulher disse que ao falar. cinco Alan Brum, que não há ele brincar até o momento que os uma para o time um e nem que a e bem ser comum para um uma como né. Jacques e o Ministério da Saúde depois de pressão do presidente Bolsonaro mudou protocolo referente Kuru Quina porque quer que só acha disso e de que maneira leque cada no tratamento de acordo com esse novo protocolo e agora no início tratamento, né. E não é bom. primeiro como Zequinha e por nossos médicos rente trabalha na mente guiado pela evidência, evidência, evidência, científica, a gente tá qualificar o grau de evidência para do Norte a gente tem que definir qual é terapêutica um carro de americano conta cintas nossas sociedades médicas e as guias terapêuticas têm sido publicadas pela tela sociedades. For tem sido bastante fato anos de quem não deve ser utilizado cortina nesse sentido tranquilo médicos, quem que querem se pautar pela melhor evidência disponível na sua prática cotidiana. Ela foi morta se a gente não tem que ficar olhando para o que que o que que um ministério fala Intendência ciência fala outra coisa, é muito alto pela ciência, então, para mim, tanto faz o que eles o que eles estão dizendo Lai Brasis ele mandar dá uma da não dá quem decide na ponta não na beira Leitão e um médico e as guias terapêuticas para isso, mas as evidências são enfáticas, eu diria até mais e alguns só arrastem nossa dia desse bem e a dor ainda falando que isso, um fora do contexto de um site de com nomes ado, né, não deve ser utilizado mais como braço da Organização Mundial de Saúde que pesquisava corpo não foi interrompido, então até mesmo sair, tem quando me usado hoje para dar cor que nas aquela se mostra mais lesiva do que um placebo em algumas circunstâncias. Até isso deveria ser proscrita então a corte não é uma droga que é o seguinte, com Vítor um ela tensão contra vários tiros com a e por conta disso, já foi testada ensaios clínicos com trabalhos de Eliseu eu estaria aqui sete Inter deu menos, meu pai que deu o vírus ebola ou a fome, vírus e que são um Chico, um vírus se Congonhas ficar e tem dengue os primos próximos deste Corona são os causadores da metros em dá e dançar os o nosso sete ocasiões que ela foi testada, previamente passou de zero para o vírus, o que não falta respeito agora que está marcar um gol de placa fazer o Brasil no Brás Alemanha, sete a um e falar cansamos de novo, há oito a zero para os verde, um. Então eu acho que ela deve voltar a ser utilizada para que rondam tem realmente indicação baseado evidentes, as doenças uma antológica os terão postos alta bem indicadas doenças, alguns voltem Monza, eventualmente, malária viva disse, né, quando que são centenas de tensão se forjou são resistentes a ela. A semana Annan correr de dezanove, definitivamente, ela não tem funcionamento, não vão funcionar TAM. A gente tem também é visto percentagem e a insistem são histórias, né de insistência de parentes de pacientes com convide no uso da Toro Keenan a gente tem visto médicos serem agredidas, infelizmente, como é que vocês sentem isso no dia a dia já passaram por alguma situação como essa da família, queria te obrigar os ator a quina ou qualquer coisa assim já hatch. Olha Schengen é um preço muito no começo e Dadá da Crimeia vi havia uma sugestão muito forte, não Solace para quem pode usar somos contra, mas também não tínhamos na época nunca a evidência contrária ao seu uso quitar hoje disponível. Então eu diria que hoje na terapia intensiva não ontem, porque o contato com um paciente crítico e ele é limitado Rio, os familiares por conta da contingência dando uma secção transmissível. Esse contato alimentado, mas quando ocorre num motivo pressão ameaças desses nesse nível não, mas sim, sugestão ou pedidos para utilizar sim, mas a gente explica e tem tido uma boa receptividade. Gente se trinca um posto de maneira bastante transparente, inteligível prato pro os familiares, questão são exatamente os que nós estamos explicando que a gente vai lá e coloca para eles e tem sido tranquilo, quero saber da Mirian como é que tá no Sírio Libanês, seus e em casos como esse de familiares. E insistindo não uso da clara, que não homem assando algum caso um pouco mais grave em relação aos médicos. Na verdade mero pano, na mínima do que a gente já que a gente queria muito no começo do fim, quando a gente não tinha de dente em bar acabou. É uma pena pela textos para o Marinho, quando o time da Aids com ele já tinha lido em que nem a favor nem contra nem que momento justamente não tinha. Em um mundo onde imaginou a lista do campo, a gente funcionar ou não, a gente ficar em trinta Tintim de chá para e nem de Medina tumulto, não, um boletim sobre o balão no local, porque não há continua input lente do pequeno que quando o time calma, mal, nem do não fala, não tenho de lixo em que como ela tem uma além tutela ao ramal compra de vinte da minha postura na maior parte do médico tem um de Maluf em A em campo para mim não ler a bula como parte muito importante do que vem. Um pão de leite e no mundo inteiro, porque ninguém e nem tão além da para mudar o caldinho recomenda, mas como que não falam nem pela também o único minado. Eu não o aluno único nem nada e o país que primeiro como contra Marinho bem do que meninos Lenny do Palmeiras aponta para o e funcionar capturando agora Coyne uma como cumprir plantão, amém que colidiu na a um. Né. Bem ponto de gente me ferir assim como Mike uma coisa Generale ainda que usem um conecta rotina de vocês em milhão e que mudou desde o começo da pandemia. Em um artigo que participar de todo o médico melhorar, principalmente para que atuam na linha de frente e mudou, tinha gente em Havana nenhuma nem os nem que enganar que atuam na linha de frente a trabalhar mais em e com liga de ficar velho, acho muito maior, porque é muito defende para quem a não complemento quente nome numerado em e agentes. Fim de uma medicação, ele estima que listassem time mudar e não em e ele diz que ele na luta fem. por Mano nenhum não é enquanto a mulher árabe. E o humor seco e não dá para ele falte parte clínica com o em lidar com a família também tem tido muito e cinco este todo o problema que todos nos eixos a um e nem no dia a dia, né, quer ganhar mínimo não me ajudem cargo, tem que lidar com de cimento de carros, novos pelo marido ao de ano na linha de frente, a gente tem chamado a gente tem que a gente tem de fazer bem e a nora aumentado de trabalho, como assim. Ele tem todo esse carbono que todo mundo tem tanto em nem em nenhum lugar, um implante, Quim. Quim, Quim. Em que uma menina de cinco reais já bem. Muito muito como tem sido, né. E eu acho que em alta, além de tudo isso tem um agravo que vão ter meus tão serviço público, então a gente tem ainda a mão menos recursos do que do que um do que eu um os hospitais em de privados em que um milhão e tantas pelo por eles, nem por cento maneira. Então eu tenho um e tem um problema de imitação de pessoas para e mandam para essa uma doença que acomete profissional saúde também, mas a miss escala fixa não tenho capacidade de contratar gente no meio da no meio dependem, minha isso fica se afasta. Não tem uma ou duas três enfermeiras afastados me faço dois médicos me quebra escala, entendeu, destacava, além de tudo é sobrecarregado profissionais e na cobertura do Dodô de escala de plantão e os recursos que às vezes, são alunos, faltam te deu a gente não tem não tem um privilégio trabalhar nos estão no Centro de Referência não nos estados São Paulo, uma a gente vê colegas estão trabalhando em situações precárias, Neto, entre os jipes e descem e tem bastante difícil e eu acho que em e aí não fazer uma amento de proteção, né. Nunca já que há muito de exportação devido ao El Capote avental e óculos e máscaras apropriados para quem trabalha na frente que não é exatamente aqueles que que o pessoal trabalha na enfermaria onde bola Toro os une tema suas especificidades tem um nível de segurança contra o contágio para esse tipo de gente de aerossol maior. E um eu diria que além de tudo para gente que está lá não denúncias nunca terapia intensiva tenha dificuldade técnica na lida com esses pacientes pelo desafio. Até técnico que existe eles representam e duzentos e um é uma é uma doença que do ponto de vista fez o patológico Élan uma tem múltiplas facetas A e um em São pacientes que já chegam com um nível de gravidade maior e eu acho que os pacientes no serviço público. Por não terem tido controle adequado, então não um ele chegou com muita tensão com diabetes méritos das compensados, deveu com doenças se eventualmente evitáveis e que a gente não viria na unidade da cidade privados que elas chegam cobrando seu preço, é literalmente num novo paciente numa no serviço público, né. Então em terras sem dúvida nenhuma é tremor não voltou mais de vinte anos, vinte cinco vinte seis anos ao tendas para Emílio Ribas, enfrenta epidemia de febre amarela, mas vamos sentir referência e do H um n um sarampo e foras outras crises endêmicos como se verde menino com sim, minha sendo uma de falha, são todas doenças graves, mas nada se compara a nada se compara ao que nós estamos vendo hoje composta por dezanove. E o pior situação que a gente já enfrentou na nossa vida profissional sem sombra de dúvida, aproveitando, está diferente, disse a presidente sobre a importância do sistema único de saúde brasileiro. Quais hoje são as maiores dificuldades em frente à pandemia voltar a pandemia você com alguns pontos, referência Emílio Ribas, mas para o sistema público para o SUS, em geral, com que sua avaliação hoje. Olha, eu vou te dar a uma avaliação marcar, mas voltemos Zequinha. Só estamos de pé hoje o país está de pé hoje, porque tensos e assim foi não se são formidáveis tem katla idade para chegar em Quindim todas as de todos vocês. Tema tem, né. Terão que foi tão maltratado e em que foi tão sujeito a subir investimento nos últimos Sul nas últimas gestões todos os níveis a o mesmo assim, quem tá seguro, literalmente, né, segurando com o boi pelo chinfrim dessa epidemia, hoje é o SUS, junto com toda sua capilaridade do município a Atalanta Federação e o SUS que está segurando o que eu acho que a gente deveria realmente olhar muito com muito carinho, para isso hoje. E é que a gente saia dessa pandemia uma algo de positivo. Então, eles que tem sim vista nem saúde que se invista em voos em estruturas, permanentes e não um milhões estão sendo investidos entre as provisões é claro que agora, no olho do furacão. A gente tem que expandir para a capacidade da atenção dos pacientes do jeito que é possível. E o jeito que é possível hoje é construir hospitais de campanha todo, mas quando você olha, não tem hospital construído e que não estava capacitado de porquê faltavam dez milhões de reais que se torna cinquenta e cinco milhões na estrutura provisória dentro do campo de futebol é para se pensar, você não devemos pensar bem, porque o que vai sobrar, delegado disse ontem deram uma estrutura no campo de futebol político ONU que foi feito com dinheiro limpo, Copa do Mundo, um ringue Olimpíada, os jogos Pan-Americanos. E a gente John hoje que a maior utilidade para um campo de futebol tão cedo, sediar uma estrutura provisória do hospital de campanha e de doeu coração, entender por que aqueles tijolos argamassa foi usado para posto no estádio hoje, a única utilidade de vencer carro, um hospital de campanha quando, na verdade, ele podia ser um pro outro hospital. Então a normas estamos no olho do furacão, mas temos que olhar bem conduta, sendo gasta-se minha conduta Fininvest desse dinheiro para que parte desse dinheiro não poderia estar se não deveria para semi deste nas estruturas permanentes, como já temos em toda a federação. Não sou do país, que tem que ter concurso público para dissipar, admite médicos enfermeiros fisioterapeutas, esperar estouram entendem minha para contratar empresas que vão prestar serviços prestado que depois não se dissolvendo em corrupção, isso não é solução para os nossos são permanentes uma solução provisória muito mal que vários ossos não estamos vendo um muito bom, ficar esse dinheiro, mas também no Rio de Janeiro. Teve então acho que tem saída aqui, sim, valorizam funcionário público valorizando SUS, fogo usando acesso por concurso público. Quanto a consumir um núcleo duro de assistência, hoje que a gente vem aqui sim, é uma zona sul são de difícil enfrentar muito ter as pessoas para você do que a profissão mais experimentados experientes, concedeu que estão as que estão na carreira aqui do SUS. O Hospital das Clínicas HC mundo também trabalham HC por conta disso, Emílio Ribas unido Ribas, por conta disso, quando a gente fica correndo atrás de contrato, janeiro emergência as com prezar x y ou Z, facada epidemia, estava tudo o que que trabalha nessas empresas. Não, uns Christi, o legado que tem se tem que fortalecer o SUS em todo as suas vertentes eu acho que essas artes. Homens as leis têm que tirar os campos e tal. O assunto nesta sobre Borges tem que prestar muita atenção essa Dominique deixou legado permanente, né, que a gente sempre faz. Estão de falar sobre SUS, Elvis, profissionais cujos traz para fala sobre coronavírus para falar sobre o SUS também parque e quem trabalha no sistema único de saúde que pode falar com mais propriedade sobre a importância de termos um sistema universal de saúde, ao contrário, por exemplo, do que acontece nos Estados Unidos, o que está sendo colocado, inclusive como discussão nesse ano na campanha presidencial que complementar milhão rapidinho antes da gente embora. Não acompanho voltando vinte e em O rei tem Huntington polícia, tanto o mundo de palma para quem tem time Glyn que vem à mente que em março, o que indica o último foi de Bruno trancamento Campolim demais se tem outro par em que a gente Abe é que o de um ano para com ele menor unir a mãe e no ombro da lembrar ninguém, time Mané e outro contra a conduta por parte bailar iminente e real armário que falam na ritmo de família, um, min e oitenta e três por cento do tanque em que nunca bulimia nove que não precisam terminar e como JAC um elenco, como cantor lidarmos o A gente tem o programa de saúde da Família fazendo um trabalho brilhante criticamente na comunidade, mas irmã, Pan e conseguimos monitorar em UPAs em que ele encaminhe ao com cinco equipes que vão que não entendimento numa hospitais. É de que uma mãe hospitais, mas tem time lá, uns ele tem ali vai impor bens. Miranda ao bem infectologista do hospital Sírio Libanês brigada doutora Myriam pelos esclarecimentos já que a lista de CD, Nivaldo sempre, uma nem Jacques está Bock chefe da unidade de Terapia Intensiva do Emílio Ribas, muito obrigado, doutor Jackson, bom, sempre também. Muito obrigado.

UOL BLOGOSFERA
Data Veiculação: 01/06/2020 às 04h00

As chamadas doenças hematológicas são doenças que envolvem tecidos e órgãos responsáveis pela proliferação, maturação e destruição das células do sangue (hemácias, leucócitos e plaquetas). E são várias. Entre as mais comuns estão as leucemias crônicas, agudas, linfomas agressivos, os chamados indolentes, entre outros. Muitas exigem tratamento imediato, a exemplo das leucemias agudas. Mas, infelizmente e, de forma equivocada, quando acontece uma pandemia, muitas pessoas postergam a busca por diagnósticos e tratamentos. Para falar da relação entre o atual cenário de rápida contaminação pelo novo coronavírus e doenças do sangue, conversei com a coordenadora da hemato-oncologia do Hospital Sírio Libanês, Yana Novis. Convido a todos para assistir ao vídeo acima.