Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

Medicina Avançada - EspecialidadesDor e Distúrbios do MovimentoOsteoartrite ou Osteoartrose

 

Dor e Distúrbios do Movimento

​​​Osteoartrite ou osteoartrose

A osteoartrose, também chamada por osteoartrite, caracteriza-se pela alteração funcional da articulação sinovial (comprometimento do movimento e ou da estabilidade articular).

Acredita-se que a artrose afete a articulação como um todo, comprometendo a sinóvia, a cápsula, o osso subcondral, a cartilagem, embora sejam mais notáveis a perda da cartilagem articular e as alterações no osso subcondral.

A doença é resultado de lesão e reparação aberrante tecidual, como reação à lesão primária. A história natural, os fatores de risco, a progressão e a evolução variam de acordo com a articulação comprometida, o que explica a heterogeneidade das diversas condições que acarreta1, 2.

Muitos doentes com evidências radiológicas de artrose não apresentam sintomas, que geralmente instalam-se de maneira lenta e insidiosa.

A dor melhora com o repouso, piora com as atividades (sintoma mais importante da artrose), é mais acentuada no fim do dia e durante a manhã, ao acordar. Dores noturnas podem ocorrer quando o doente muda a posição.

O tratamento da osteoartrose visa a aliviar os sintomas, preservar ou melhorar a função articular, reduzir a incapacidade e controlar os fatores que aceleram sua progressão1, 2.

A artrite reumatoide, artrite soro negativa, outras artrites específicas de natureza autoimunes, imunoalérgicas, infecciosas podem também causar dor. Quadro clínico, exames séricos e de imagem auxiliam o diagnóstico clínico.

Referências bibliográficas

1. GARDNER GC, GILLILAND BC – Arthritis and periarthritic disorders. In: Loeser JD, Butler SH, Chapman CR, Turk DC (eds), Bonica's Management of Pain, Philadelphia, Lippincott Williams & Wilkins Baltimore. 2001;503- 521.

2. HAZELMAN B – Soft tissue rheumatology. In: Maddison PJ, Isenberg DA, Wioo P, Glass D (eds), The Oxford textbook of rheumatology, Ed 2, Oxford Medical Press, Oxford. 1998;1489-1514.​​