Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

Medicina Avançada - EspecialidadesNefrologia e DiáliseDiálise/Hemodiálise Peritoneal

 

Nefrologia e Diálise

​​​​Diálise/hemodiálise peritoneal (hemodiálise, diálise peritoneal CAPD, DPA)

Diálise é o nome genérico que se dá a qualquer procedimento que promova a filtragem do sangue. Ela é indicada para pacientes que apresentam deficiência no funcionamento de seus rins, que em geral deve ser maior do que 85%.

A hemodiálise é o procedimento executado diretamente no sangue do paciente, por meio de equipamento próprio, no qual o sangue passa por um filtro e retorna ao paciente com uma quantidade menor de impurezas.

A diálise peritoneal é o nome que se dá ao procedimento que é executado por meio de equipamento específico, que infunde e drena uma solução especial diretamente no abdômen do paciente, sem contato direto com seu sangue.

A diálise tem como princípio a retirada de líquido e toxinas como ureia e creatinina do paciente com insuficiência renal, além de poder corrigir distúrbios no pH, no sódio e potássio sanguíneos, entre outros.

O procedimento não tem como objetivo tratar a doença renal, mas sim substituir os rins que estão com seu funcionamento prejudicado.

Duração da diálise

A diálise não é necessariamente para toda a vida. Há pacientes que apresentam doença renal tratável e reversível, e que são submetidos a tratamento dialítico somente enquanto os rins estão comprometidos. Na medida em que os rins se recuperam, o tratamento dialítico pode ser interrompido.

O tratamento de hemodiálise é realizado em serviços de nefrologia especializados e tem duração média de 3,5 horas, três vezes por semana.

No caso da diálise peritoneal, há alguns tipos distintos de diálise, mas a mais difundida chama-se DPA, e é realizada no próprio domicílio do paciente com o auxílio de um equipamento portátil. A DPA tem duração média de nove horas e pode ser realizada enquanto o paciente dorme todas as noites (sete vezes por semana).

​​